Recinto Óbidos Vila Natal_Event's area

Cerca do Castelo

Em Óbidos Vila Natal os espetáculos de natal trazem magia, teatro, música marionetas e circo de muito riso e puro entretenimento.

Gratuito com o bilhete de entrada_Free with ticket

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Palco Cabeça na Lua

EL GRAN MAGO BALDIRI (Cª Argila Verde)

[Humor Absurdo]

El Gran Mago BaldiriQuantos de nós em algum momento sentimos o impulso de fazer o que verdadeiramente gostamos e nos lançámos nessa aventura? Num espetáculo de humor absurdo, um Alfaiate realiza o seu grande sonho: pisar um palco e ser um grande mágico.
O absurdo e o ridículo caminham lado a lado em suas poéticas imperfeições, criando um repertório inédito de ilusões e situações imprevistas.
Gratuito
Horários (link)

Guardar

Guardar

BACK TO THE MOON (The Fifth Wheel)

[Marionetas]

Back to the moonUm espetáculo de marionetas com animação, movimento, alegria e humor, muitos risos e gargalhadas. Diferentes personagens, produzidas em papel. Vá ao espaço, viaje entre estrelas e planetas e de lá veja, os que ficam em Terra em figuras engraçadas, divertindo-nos com danças de sapateado, cabaret e músicas pop/rock.
Gratuito
Horários (link)

Guardar

Guardar

CONCERTO DE NATAL

[Orquestra Juvenil da Sociedade Musical e Recreativa Obidense]

Orquestra Juvenil ObidenseA Orquestra Juvenil foi criada a 3 de Fevereiro de 2010 por iniciativa da Sociedade Musical e Recreativa Obidense, tendo como objetivo criar uma ligação que não existia entre a Escola de Música e a Banda, aumentando assim a motivação dos músicos, para que continuem a estudar seguindo formação e integrarem a Banda Filarmónica.
1 Dezembro // 14h00

 

Guardar

Guardar

CONCERTO DE NATAL

[União Filarmónica de A-da-Gorda]

ADAGORDACom cerca de 60 elementos, na sua maioria jovens oriundos da sua escola de música, que se mantém em funcionamento há já vários anos, a União Filarmónica de A-da-Gorda conta com 3 professores e cerca de 40 alunos. As aulas são gratuitas e estão abertas a quem gosta e quer aprender música. Com a mudança dos tempos, não é fácil prever o futuro de um projecto deste género, mas o passado e o presente são motivo de orgulho e razão suficiente para querermos um amanhã melhor.
8 Dezembro // 14h00

 

Guardar

Guardar

CONCERTO DE NATAL

[Sociedade Filarmónica e Recreativa Gaeirense]

sociedade filarmonica gaeirenseA Sociedade Filarmónica e Recreativa Gaeirense foi fundada em 1 de Outubro de 1925, embora só em 9 de Junho de 1981 fosse oficializada por escritura lavrada no Cartório Notarial de Caldas da Rainha. De realçar que esta instituição veio suceder à Tuna da Sociedade Musical Gaeirense, que era composta por 13 elementos.
Ao longo de 94 anos, tem esta coletividade dedicado grande empenho na realização e organização de atividades culturais e recreativas, evidenciando-se, de entre estas, a área musical. No âmbito desta importante atividade tem merecido especial dedicação a Banda Filarmónica e a Escola de Música. A Banda Filarmónica tem ao seu serviço cerca de 35 elementos, a sua maioria jovem, que a ela dedicam um carinho digno de realçar e uma dedicação exemplar. As aulas musicais neste momento são ministradas, pelo Maestro João Jesus e professores Gualdino Fróis, Paulo Assunção, Gonçalo Marques e Emanuel Libório. As aulas são totalmente gratuitas. É Instituição de Utilidade Pública desde 27 de Maio de 1997. Culminando um esforço conjunto de várias Direções, foram ampliadas as instalações da sede social no ano de 1997. Finalmente, um sonho de vários anos tornou-se uma realidade e as várias salas para aulas da Escola de Música, a sala de ensaios da Banda Filarmónica, a sala de reuniões da direção e a sala de convívio e bar, vem engrandecer bastante o já rico património da coletividade. Foram iniciadas e completadas, no ano 1998, a 2ª fase das obras de ampliação da sede social, no qual se devem destacar obras no palco e a criação de uma sala polivalente. No ano de 2000, foi iniciada e completada a remodelação da acústica e da cobertura da sala de espetáculos. Em 1997, gravou um C.D. em conjunto com outras Bandas, Ranchos Folclóricos e Grupos Corais do Concelho de Óbidos, integrado nas comemorações dos 850 anos de Óbidos. No ano de 2003, foi criado a Orquestra Juvenil, com o intuito da sua preparação para posterior integração dos seus elementos na Banda. No ano de 2005, iniciou dois projetos: a criação de um Rancho Folclórico Infantil e de um Grupo Barroco de Metais. A 11 de Janeiro de 2006, foi atribuída pela Câmara Municipal de Óbidos a Medalha de Mérito Municipal. No ano de 2006, gravou um CD na Escola Superior de Comunicação de Lisboa e na Sala de Espetáculos da SFRG. No ano de 2008, criou-se a Banda Juvenil, a Orquestra Ligeira da SFRG. Em 2009, recebeu a Medalha de Mérito atribuída pela Junta de Freguesia das Gaeiras.
21 Dezembro // 19h00

 

Guardar

Guardar

CONCERTO DE NATAL

[Coro Infantil de Academia de Música de Óbidos]

CORO INFANTILNo maravilhoso mundo imaginário, onde os sonhos e as brincadeiras de criança se fundem num universo mágico, surgem melodias natalícias, que nos transportam para este contexto.
Um grupo de crianças, entre os 6 e os 9 anos, dão voz a temas, tais como: “Eu Quero Ser Pai Natal” e “Noite Feliz”, sob direção do maestro Tiago Morin e a pianista Dana Radu.
Deixe-se encantar sem medos, já que o céu e as estrelas são o limite para os nossos sonhos!
22 Dezembro // 14h00

 

Guardar

Guardar

Palco Pés na Terra

EQUILIBRIUM (Luís Siopa e Catarina Tavares)

[Espetáculo / Malabarismo, Magia, Fogo]

EquilibriumDuas personagens com visões muito distintas do mundo: Gil, triste e rezingão, dececionado com o mundo, sobrevive entre o roubo e a mendigagem; Sininho, abandonada na floresta em criança, é uma sonhadora de espírito livre, criada por fadas, sempre protegida pelos dissabores da vida entre humanos até ao momento em que tem de voltar à realidade, altura em que o seu destino e o de Gil se cruzam. Estes dois irão levar-nos numa viagem incrível mostrando ao mundo que podemos sonhar de uma forma consciente ou sermos conscientes de uma forma sonhadora.
Gratuito
- Horários (link)

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

QUANDO AINDA NÃO HAVIA NATAL (GTeatro)

[Teatro]

Para-quando-não-havia-natalUm mágico e a sua partenair vivem na Lua mas sentem-se tristes porque tudo ali é triste, cinzento e frio.
Esgotados que estão todos os ingredientes, esgotadas todas as tentativas para fazer uma magia que trouxesse àquele lugar inóspito cor, calor e alegria, começam a desesperar, quando decidem seguir a estrela brilhante que cruza os céus indicando o caminho do planeta Terra. Talvez naquele planeta azul existam os ingredientes que faltam na Lua para conseguirem realizar magia.
Gratuito
Horários (link)

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

barra_logos